Após parar de jogar, Falcão tem agenda cheia de compromissos pelo Brasil e pelo Mundo, atua em vários segmentos e descarta assumir cargo no futsal no momento.

Falcão posa para foto em evento na região metropolitana do Recife — Foto: Rômulo Alcoforado

Garotos se acotovelam em uma longa fila, que dava voltas num shopping na cidade do Cabo de Santo Agostinho, a 34 quilômetros do Recife. As brincadeiras entre eles só foram interrompidas quando o astro da tarde finalmente apareceu. Assim que pisou no local, Falcão foi ovacionado pelos moleques, à procura de uma foto ou um autógrafo. O ídolo, agora fora das quadras, é garoto-propaganda de uma empresa de ração de animais e fazia uma ação publicitária. Essa é apenas uma das faces de Falcão, que se multiplica em vários segmentos e tem agenda lotada, dentro e fora do Brasil, desde que parou de jogar futsal profissionalmente, em dezembro do ano passado.

– É um momento novo. Parei de jogar em dezembro e, hoje, meu planejamento é feito desse tipo de evento, junto com viagens fora e dentro do Brasil, com jogos de exibição. É muito bacana. Quando o atleta para de jogar, normalmente, ele sente falta desse calor humano, mas, para mim, isso cada vez vem aumentando mais – comemora.

https://globoplay.globo.com/v/8047229/

Os eventos de Falcão se dividem em, pelo menos, três vertentes. A primeira é a publicidade: a principal contratante é exatamente a marca de ração, mas o portfólio vai além. Ele é garoto-propaganda de empresas de leites achocolatados, fabricantes de materiais elétricos, de uma cooperativa de crédito, de um site de apostas esportivas, de uma empresa de aluguel de carros, de uma marca de materiais esportivos… A lista é longa – e nem inclui ações eventuais nas redes sociais, em que tem mais de 10 milhões de seguidores (somadas as principais mídias).

Segundo Falcão, as propostas de parceria não param de surgir. A demanda para cumprir em eventos é muito grande não só na propaganda. Ele aparece em jogos de exibição, outra de suas atividades no pós-carreira, em que recebe cachê para desfilar a conhecida habilidade no Brasil e no exterior. É um showman.

– Minha agenda até maio do ano que vem está totalmente preenchida, tanto com patrocinadores, que cada vez aumentam mais, quanto com jogos de exibição. Hoje, estou aqui, sábado estava em Petrolina, sexta-feira vou para Americana-SP, domingo, em Brasília, no dia 14 estou indo para Dubai de novo. Está sendo uma correria muita bacana. Receber o carinho aqui e fora do Brasil está sendo muito legal.

Em clima de diversão, Falcão participa de jogo festivo em Petrolina — Foto: Amanda Lima

O ex-ala-esquerdo admite que a rotina é desgastante, quase tanto ou até mais do que a de atleta. Mas, segundo Falcão, vale a pena, especialmente para aproveitar enquanto sua imagem nas quadras está muito viva para os fãs.

– É um momento que a gente não pode deixar passar. Está sendo cansativo demais, fico muito pouco em casa. Mas a gente não sabe como vai estar daqui a dois, três anos – diz.

A fim de manter-se como uma marca forte para uma garotada que não terá acompanhado seus feitos nas quadras, Falcão lançou-se, recentemente, num projeto inusitado: um canal de vídeos na internet. No ar há cerca de um ano, Falcão chama convidados, faz desafios com outros youtubers, jogadores, comediantes, dá dicas de jogadas no quadro “Ensina, Rei” e até se aventura nas entrevistas – como fez com o meia do Chelsea-ING, Willian.

O canal tem quase 800 mil inscritos. Mas os projetos de Falcão não param por aí.

Willian (E) é entrevistado por Falcão (D) — Foto: Reprodução

– Estando num canal do Youtube, me trouxe um outro público. Semana que vem lanço minha linha nacional de brinquedos. Hoje, estou em latas de achocolatados, em todo Brasil, sendo homenageado. Realmente é um momento especial – afirmou.

Por conta disso, ele não pensa em voltar a ter um cargo no futsal, seja como diretor ou treinador.

– No momento, devido a essa minha rotina, é impossível, pelo menos nos próximos dois anos.

Falcão despediu-se do futsal no ano passado — Foto: Guilherme Mansueto/Magnus Futsal

Fonte: Globo.com