Manoel Tobias e Falcão relembram trabalho no Galo; treinador sofreu um AVC aos 57 anos.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Jogadores que trabalharam com o técnico de futsal Miltinho, campeão mundial de futsal com o Atlético-MG, lamentaram a morte do professor nesta quinta-feira. Milton Luiz Ziller Júnior, estava com 57 anos e sofreu um acidente AVC (acidente vascular cerebral) na última quarta-feira, dia 14, e estava internado desde então. Ele comandou o Galo nas conquistas do Campeonato Mundial, em 1998, na Rússia, e do bicampeonato da Liga Nacional, em 1997 e 1999. Miltinho deixa esposa e três filhos.

Equipe do Atlético-MG/Pax de Minas campeã mundial de futsal comandada por Miltinho — Foto: Reprodução/Clube Atlético Mineiro

Manoel Tobias, ex-jogador de futsal, participou da equipe campeã mundial com o Galo e Seleção Brasileira. Em conversa com o GloboEsporte.com, lamentou a perda do treinador e irmão, como ele o classificou.

– Olha, tá sendo muito duro. Lamento a perda. O melhor treinador, de vários que eu tive. O Miltinho, sem dúvidas, foi completo para mim. Além de ter me treinando, me ajudou a desenvolver uma alta performance. Ele cobrava isso. Mas, principalmente, pelo seu caráter, honestidade, a forma de conduzir o processo. Todos que, com certeza, passaram na mão de Miltinho, foram vitoriosos. Não só na carreira esportiva, mas também como cidadão, como formação. Para mim, tá sendo muito difícil esse momento,

“Além de perder o melhor treinador, foi um amigo, irmão que Deus me presenteou através do esporte, falo isso com toda tranquilidade. Para nós, fica o enorme legado que eles nos deixou, de caráter, honestidade, resiliência, de buscar a alta performance. Tudo que ele fazia e mostrava para nós era feito com excelência, o legado dele não termina com o falecimento prematuro”, afirmou Manoel Tobias.

Manoel Tobias e Falcão: campeões com Miltinho no Atlético-MG — Foto: Fernando Martins

Falcão lamenta

Pelas redes sociais, Falcão, eleito melhor jogador de futsal da história pela FIFA, e que também jogou com Miltinho no Atlético-MG, comentou da importância do treinador para o futsal nacional.

“Todos os grandes jogadores da minha geração passaram por ele, ele formou quase 90% deles e, no ano da minha afirmação no futsal, no @atletico #Galo, ele apostou em mim e me deu a grande oportunidade profissional! Vai com Deus #Miltinho e obrigado por tudo #Gratidao”

A atual equipe em que Miltinho trabalhava, Associação Marauense de Futsal, comunicou o falecimento do técnico pelas redes sociais. Além de Atlético-MG, também comandou equipes como Corinthians, Praia Clube de Uberlândia.

Fonte: Globo.com